Publicador de Conteúdo

Actualizações sobre o Coronavirus

Nesta página, encontrará as nossas atualizações mais recentes sobre os desenvolvimentos do COVID-19 e os seus impactos globais e regionais no frete aéreo, marítimo e rodoviário.

8 Setembro, 2021: Atualizações em"Impacto na Logística Marítima Ásia Pacífico".

9 Setembro, 2021: Atualizações em "Impacto na Logística Aérea Ásia Pacífico (retoma das operações)".

Depois de um ano, continuamos numa pandemia global, mas vemos muitas áreas a voltar ao normal. Permanecemos vigilantes em todos os nossos escritórios e operações e monitorizamos de perto os desenvolvimentos em todo o mundo.


Mais do que nunca, vemos a importância de cadeias de abastecimentos ininterruptas e o papel que o setor de logística desempenha para a sociedade como um todo. Levamos a nossa responsabilidade muito a sério na Kuehne + Nagel. Agradecemos o feedback positivo que recebemos todos os dias de clientes cujas cadeias de abastecimentos atendemos em circunstâncias difíceis. Isso motiva todos os envolvidos - motoristas de camião, trabalhadores de depósitos, especialistas em frete marítimo, aéreo e rodoviário e gestão- a continuar a cumprir as nossas promessas.


Mesmo que a pandemia ainda esteja a afectar muitos aspectos das nossas vidas, o setor de logística adaptou-se às novas circunstâncias. Portanto, adaptamos a frequência da nossa página Covid-19 e publicaremos atualizações somente quando notícias ou ideias relevantes estiverem disponíveis.


O nosso foco continua a ser a proteção da saúde e segurança dos nossos funcionários e a garantia de que as operações dos nossos clientes funcionem da forma mais tranquila possível durante este período difícil. Fornecemos regularmente aos nossos colegas de vendas e operações informações detalhadas para que possam apoiar os nossos clientes com os conselhos mais atualizados e relevantes.


Continuaremos a atualizá-lo conforme a situação evolui. Não hesite em entrar em contato com o seu representante local da Kuehne + Nagel se precisar de mais informações.


General information

A saúde e a segurança dos nossos clientes e funcionários continuam a ser a nossa prioridade. Todos os escritórios da Kuehne + Nagel implementaram ações de acordo com recomendações da Organização Mundial de Saúde.


Como as regiões diferem em níveis de propagação e consequências de COVID-19, as nossas medidas de continuidade de negócios são medidas de acordo com isso. O compromisso da Kuehne + Nagel de operar sob as circunstâncias COVID-19 inclui a responsabilidade do lado da administração de ter locais que possibilitem distância social, horários de trabalho escalonados, transporte seguro, desinfecção frequente, procedimentos de limpeza e muito mais.


A nossa equipa está a trabalhar com sucesso em casa, quando considerado necessário pelas circunstâncias locais.


Com relação ao risco de vírus nas embalagens e paletes que recebemos e entregamos, consideramos o risco baixo, de acordo com a declaração da OMS de "A probabilidade de uma pessoa infectada contaminar produtos comerciais é baixa e o risco de contrair o vírus que causa COVID-19 de um pacote que foi movido, viajado e exposto a diferentes condições e temperatura também está baixo. "

Como uma empresa de logística global, enfrentamos interrupções na cadeia de abastecimentos regularmente. Adaptamos continuamente os nossos padrões globais de gestão de continuidade de negócios e testamos nossos Planos de Continuidade de Negócios abordando diferentes cenários de crise.


Eles são projetados para proteger a segurança e o bem-estar dos nossos funcionários e para garantir um serviço ininterrupto para os nossos clientes. Em relação à magnitude do efeito COVID-19, estamos a executar novas e contínuas avaliações de risco, análises de impacto nos negócios e a implementar novas medidas na nossa estrutura de continuidade de negócios com base em níveis de alerta.


Todos os países estabeleceram equipas nacionais de resposta para preparar ou executar a ativação desses planos.

Quando considerado apropriado pelas nossas equipas de gestão nacional e quando exigido por decretos governamentais, ativamos medidas e processos preventivos, que incluem controlo de temperatura de funcionários e visitantes (dentro dos parâmetros definidos pelas leis locais aplicáveis, como leis de proteção de dados), autodeclarações, acordos de trabalho segregados / flexíveis, opções para trabalhar em casa, a higienização de nossos escritórios e locais e o fornecimento de produtos de higiene essenciais nos locais de trabalho. Processos padrão também foram definidos no caso de funcionários serem infectados ou expostos a pessoas infectadas.


Partilhando diretrizes de higiene com os nossos fornecedores para garantir uma maior consciencialização dentro da cadeia de abastecimento. Os motoristas que chegam para recolha ou entrega passam por um briefing sobre as melhores práticas de higiene e, quando permitido, são instruídos a preencher suas autodeclarações.


Implementamos restrições globais a viagens e as reuniões externas e internas são realizadas como videoconferências ou apenas na presença de um pequeno número de participantes, observando as recomendações de distanciamento social emitidas pelas autoridades de saúde pública.

Situação geral nas nossas regiões

Com os regulamentos governamentais em andamento relacionados ao COVID-19 para viagens e outros desafios presentes, o nosso foco em cuidar dos negócios dos nossos clientes continuou a ser o foco principal e as nossas operações de logística permanecem totalmente operacionais no Canadá, Estados Unidos e México. Medidas de proteção são implementadas em cada um dos nossos depósitos e escritórios na América do Norte, garantindo a segurança e a saúde dos nossos funcionários, contratados e parceiros de negócios. À medida que novos desafios podem surgir, a nossa equipa também está preparada com soluções alternativas para manter os negócios em movimento.

Continuamos focados em cuidar dos nossos negócios e clientes e as nossas operações de logística permanecem totalmente operacionais em toda a região. Em geral, os portos estão operacionais, mas podem ocorrer atrasos nos terminais devido ao número reduzido de funcionários, redução do horário de atendimento e medidas locais de quarentena. Vemos impactos médios na disponibilidade de equipamentos - especialmente contentores refrigerados. O Brasil ainda está em quarentena parcial, voltando em etapas diferentes de acordo com as definições dos governos. Na região andina, a logística rodoviária também é normal com restrições em algumas áreas com imobilização focada.

No geral, o número de casos confirmados na Europa aumentou ligeiramente desde julho. A maioria dos países mostra uma tendência positiva, enquanto em outros os governos definiram medidas severas para conter a propagação.

Todas as unidades da Kuehne + Nagel estabeleceram regras de distanciamento social e higiénicas para proteger os funcionários e parceiros de negócios que entram nas nossas instalações. As avaliações de risco são realizadas continuamente e as melhores práticas são partilhadas e implementadas com sucesso dentro da organização. Um número significativo de clientes expressou a sua gratidão pelo excelente nível de serviço oferecido, apesar da situação de crise e perturbação da infraestrutura em determinados mercados. 

Com a reabertura da economia, há ressurgimento dos casos COVID-19 notificados em alguns países. O reforço contínuo de medidas estritas é reintroduzido por diferentes governos. Continuamos vigilantes sobre a situação e ajustamos o nosso esquema de trabalho de acordo, sem impacto na continuidade dos negócios. Uma abordagem calibrada e lenta é planeada para o retorno dos funcionários ao local de trabalho, dada a contínua situação volátil. No local de trabalho, medidas de distância segura e outras medidas preventivas contínuas são implementadas para garantir um ambiente de trabalho seguro.

Em vários graus, os nossos colegas estão a retornar aos escritórios e / ou armazéns sob estritos novos procedimentos baseados em avaliações de risco locais, capacidades e conselhos governamentais. Os países estão totalmente operacionais, com alguns atrasos e procedimentos alternativos devido a restrições governamentais

Impacto na Logística Marítima

A situação em cada país evolui diariamente à medida que as autoridades estendem ou relaxam as restrições.


Em geral, a situação tornou-se mais estável e previsível e, em todo o mundo, os efeitos do COVID-19 estão a diminuir de semana para semana. A disponibilidade de equipamentos, o espaço disponível e as viagens de navios em branco continuam a ter um impacto na situação geral.


Os nossos especialistas locais estão à sua disposição para ajudá-lo e apoiá-lo em suas necessidades específicas.

As nossas operações de logística marítima são totalmente funcionais com o mínimo impacto de ter que trabalhar remotamente. Os principais gateways CFS nos EUA estão a operar normalmente, mas com horários reduzidos. Devido à redução nas operações dos navios, alguns portos ou terminais reduziram os dias ou horas de operação. No entanto, a carga ainda flui para / nos EUA e Canadá.


O México estendeu o bloqueio, o que afeta as conexões internas dos portos.

Atualmente, não há grandes restrições às operações de logística marítima. Os escritórios ainda estão a lidar com negócios, mas com equipas reduzidas ou em modo de home office. Os portos estão operacionais, mas podem ocorrer atrasos nos terminais devido ao número reduzido de funcionários, redução do horário de atendimento e medidas locais de quarentena. Vemos impactos de médio a alto na disponibilidade de equipamentos - especialmente contentores refrigerados.


No Brasil, as operações funcionam apenas com pequenas limitações.

Argentina e Uruguai ampliaram as atuais restrições a viagens internacionais e medidas preventivas domésticas. As fronteiras estão fechadas para viagens, mas cargas internacionais, transporte médico e humanitário estão isentos. Motoristas de camião e tripulações de embarcações podem estar sujeitos a medidas de triagem aprimoradas. As operações do navio são normais.


A Bolívia e o Peru suspenderam a maioria das restrições do COVID-19. Ainda assim, a entrega dos portos é afetada, pois os países vizinhos mantêm o encerramento das suas fronteiras terrestres.


No Chile, todos os portos estão em operação, mas há algum congestionamento.
Guatemala, Honduras, Nicarágua, Costa Rica e Panamá relatam operações normais.

Os contínuos efeitos secundários dos grandes acontecimentos recentes, tais como o encerramento do Canal de Suez e dos portos do Sul e Leste da China, continuam a pressionar a cadeia de abastecimento, para além do impacto da COVID-19. 

China: O terminal Meishan no porto de Ningbo, que foi encerrado devido à COVID-19, retomou as operações na manhã de 25 de Agosto, após 14 dias de encerramento. Espera-se que seja necessário um tempo considerável para descongestionar os outros terminais em Ningbo e nos portos circundantes e muitos navios estão à espera de serem atracados.

Malásia: O encerramento a nível nacional na Malásia está a levar a uma redução da capacidade de produção, resultando numa acumulação de encomendas. Os sectores afectados incluem a electrónica, semicondutores e dispositivos médicos. Espera-se que a escassez de mão-de-obra e os desafios operacionais possam causar rupturas na cadeia de abastecimento.

Vietname: As rigorosas medidas de restrição, que equivalem a um confinamento social, foram prorrogadas até 15 de Setembro. O encerramento de longo prazo, que começou no final de Julho do ano passado, reduziu a produtividade da fábrica em 50-70%. A ruptura na oferta e procura de produtos de marcas globais de calçado tornou-se evidente, mas é difícil alterar imediatamente a fonte de abastecimento. Espera-se, portanto, que a perturbação no fornecimento continue por enquanto.

Bangladesh:  Os navios em Chittagong estão a sofrer atrasos significativos de atracação entre 5 e 10 dias.

Tanto as operações de importação quanto de exportação continuam a ser severamente afetadas pelo crescente desequilíbrio global no tráfego de contentores, que deve piorar nas próximas semanas - causado principalmente pelo bloqueio do Canal de Suez. As transportadoras estão a implementar medidas de recuperação e a anunciar mudanças de cronograma ou mesmo viagens vazias. Os clientes devem esperar prazos de entrega estendidos nas suas cadeias de abastecimento, bem como aumentos de custos significativos anunciados pelas transportadoras.

As operações na maioria dos portos europeus estão a funcionar normalmente; no entanto, o encerramento do Canal de Suez terá um impacto adicional no congestionamento no Reino Unido e em outros portos marítimos no noroeste da Europa.

No Egipto, a economia está 100% aberta. Existe uma escassez de equipamento e espaço no Egipto devido à ruptura anterior das cadeias de abastecimento pela COVID-19 em combinação com o incidente do Canal de Suez, para além das partidas vazias da Ásia. Algumas companhias de navegação estão ainda a trabalhar em turnos fraccionados.

Na Turquia, as actividades económicas continuam sem perturbações e existem apenas pequenos problemas operacionais que não afectam negativamente o desempenho global. No entanto, as seguintes questões devem ser consideradas e a normalidade deve ser vista como a "nova normalidade": Os problemas de equipamento e espaço melhoraram, mas continuam a ser os principais factores para os estrangulamentos que têm ocorrido. Por conseguinte, todas as partes envolvidas (portos, alfândegas, transitários, clientes e Kuehne+Nagel) continuam a trabalhar em "novas condições normais".

A África do Sul emitiu bloqueio de nível 3. As empresas mais notáveis afectadas pelo confinamento são a indústria da restauração e do álcool. As operações portuárias são severamente impactadas. Os empregados da Kuehne+Nagel estão a trabalhar a partir de casa e 100% operacionais. As nossas instalações de armazém têm de trabalhar com pessoal de esqueleto.

Os portos nos EUA estão a funcionar normalmente e não enfrentam congestionamentos ou atrasos. As restrições ao frete rodoviário doméstico foram levantadas, excepto para veículos ligeiros de e para Abu Dhabi e Al Ain. É necessário um teste Covid-19 para entrar no Emirado de Abu Dhabi. Independentemente da COVID-19, os volumes estão a ser recolhidos. Espera-se que a falta de equipamento e os atrasos na confirmação da reserva continuem para o próximo mês.

Impacto na Logística Aérea

A pandemia em curso continua a gerar restrições a viagens impostas por governos em todo o mundo. Junto com essas restrições e um aumento nos requisitos de teste antes dos voos de embarque, as viagens de passageiros continuam a ser prejudicadas. As companhias aéreas parceiras estão constantemente a ajustar-se à situação de fluidos e as ofertas de voos continuam abaixo dos níveis de capacidade de 2019. Continuamos a trabalhar com todos os nossos parceiros para gerir os fluxos comerciais, enquanto todas as nossas filiais continuam a operar em diferentes modelos, conforme os regulamentos e as taxas de infecção determinam.

A frequência dos voos internacionais de passageiros oferecidos pelas transportadoras locais ainda é afetada. A situação operacional geral dos aeroportos, motoristas e alfândega permanece estável, com todas as nossas filiais da Air Logistics a operar de forma confiável em modo de home office.

À medida que o vírus aumenta, as nossas operações de frete aéreo na Europa continuam a funcionar, principalmente na configuração do escritório doméstico. Devido às preocupações com a nova variante do coronavírus, as restrições para viagens estão a aumentar novamente. Com essa complexidade adicional para viagens de negócios e / ou lazer, a capacidade de frete aéreo é ainda mais impactada conforme a programação dos passageiros é reduzida. A alta temporada do quarto trimestre de 2020 não chegou ao fim, pois a procura continua forte no novo ano. O Ano Novo Chinês e o cancelamento da capacidade do cargueiro para a China forçou os transportadores a iniciar uma reposição antecipada em um mercado já congestionado. As Américas ainda são mercados pesados para aeronaves de passageiros, que são cuidadosamente monitorados pelos nossos especialistas para potencialmente adicionar capacidade aos nossos próprios mercados controlados por cargueiros. A fim de reduzir ainda mais os riscos da cadeia de abastecimentos em mercados de missão crítica, aumentaremos o portfólio de produtos de frete aéreo com uma capacidade fiável de atender os clientes em tempo hábil.

Restrições de capacidade também são vistas na região do Oriente Médio e da África, com todas as companhias aéreas ainda tendo suspendido / reduzido os seus voos de passageiros nas rotas para a região. De acordo com a diretiva do governo dos Emirados Árabes Unidos, as transportadoras nacionais Etihad Airways e Emirates operam voos limitados de passageiros para destinos selecionados. Os voos de carga estão isentos desta suspensão e seguirão para mais de uma centena de destinos de carga; com a rede de carga a crescer continuamente. As nossas equipas continuam a trabalhar em casa ou a funcionar em instalações divididas em todos os países, incluindo países que experimentam um novo pico de infecções por Covid-19.

Com o novo surto de Covid-19 na China Continental, o governo adotou medidas drásticas nos aeroportos para refrear a propagação da doença. Há mais voos a ser cancelados e o tempo de operação está mais longo, o que afecta as operações de importação e a capacidade de exportação. Seguir-se-ão outras actualizações uma vez que, estamos a acompanhar de perto a situação.

A pressão sobre a capacidade é causada pela limitada actividade de voo de passageiros, sendo observada na maioria dos países do Sul da Ásia Pacífico. Alguns países enfrentam casos contínuos de Covid-19, o que levou a mais restrições e bloqueios parciais.

A maioria das operadoras ainda mantém cortes significativos nas suas redes de passageiros. A fim de compensar a falta de lifts nas principais rotas de comércio, a capacidade do cargueiro aumentou significativamente. Esperamos que ainda haja um desequilíbrio significativo de procura e capacidade disponível no mercado nos próximos meses. Estamos a trabalhar em estreita colaboração com as nossas transportadoras parceiras de longo prazo para ter total transparência da situação e atender às necessidades e exigências dos nossos clientes.

 
As nossas equipas de Logística Aérea estão totalmente informadas sobre os últimos desenvolvimentos da situação e encorajamos você a entrar em contato com a sua respectiva pessoa de contato da Kuehne + Nagel para quaisquer perguntas adicionais e quaisquer requisitos específicos relativos às suas cargas de frete aéreo.

Impacto na Logística Terrestre

Aproveitamos esta oportunidade para agradecer aos nossos motoristas, que incansavelmente recolhem e entregam cargas em condições desafiadoras. Também estendemos os nossos agradecimentos aos nossos clientes e destinatários das cargas  que permitem aos nossos motoristas o acesso aos seus sanitários. Nós realmente apreciamos aqueles que se esforçam para ajudar os nossos motoristas a fazer um ótimo trabalho. Ao trabalharmos todos juntos e mostrarmos respeito uns pelos outros, contribuímos em conjunto para manter nossas cadeias de abastecimentos à tona.

Como os mercados terrestres europeus, a rede Kuehne + Nagel está a enfrentar menos restrições em comparação com o período da primavera do ano passado. O desenvolvimento numa escala europeia geral, no entanto, ainda é bastante volátil e impactado pelas limitações da Covid19 ainda existentes em certas áreas. Isso pode levar a alguns redirecionamentos parciais e pequenos atrasos nas rotas selecionadas.

As expectativas atuais para as próximas semanas obrigam-nps a manter as seguintes pré-condições até novo aviso.

Para qualquer país da Europa, ainda pedimos aos remetentes que verifiquem a disponibilidade dos seus clientes para receber cargas durante o horário comercial, antes de entregá-las a nós. Cargas que não puderem ser entregues devido à ausência de consignatários serão devolvidas aos remetentes às suas custas. Caso os remetentes não consigam receber as remessas devolvidas, haverá um custo de armazenamento.

No caso de pedidos de recolha, os clientes também precisam garantir a disponibilidade de seus endereços de recolha. Caso não seja informado, será cobrado o valor das tentativas de recolha.

Outros clientes precisam garantir que o destinatário confirmará o recebimento da carga.

Os serviços de transporte rodoviário na China estão de volta ao normal. O transporte rodoviário transfronteiriço de e para Hong Kong (SAR, China) e a fronteira China / Vietnam (fronteira Pingxiang) está a funcionar normalmente. Além disso, as operações na fronteira do Vietnam e Laos / Camboja, bem como o transporte doméstico dentro do Vietnam, também voltaram ao normal.


Para a Tailândia, o movimento doméstico e transfronteiriço de bens comerciais e essenciais entre a Tailândia e Mianmar / Laos / Camboja é permitido.
Todos os motoristas precisam passar por verificações de saúde.


Para o transporte transfronteiriço de camiões para os países da Ásia Central e Europa, há um forte congestionamento na fronteira da China / Cazaquistão (fronteiras de Horgos e Alashankou) devido às medidas de controlo preventivo para COVID-19.

Da mesma forma, o transporte rodoviário para a Europa através da rota China / Rússia (fronteira de Manzhouli) também enfrenta o mesmo problema devido ao aumento das medidas de controlo implementadas.


O governo da Malásia anunciou a Ordem de Controle de Movimento (MCO) a partir de 13 de janeiro de 2021 por duas semanas. Ao mesmo tempo, as autoridades declararam estado de emergência. Espera-se que isso dure até 1 de agosto de 2021. A movimentação de mercadorias para dentro e para fora do país deve seguir o procedimento operacional padrão do MCO. Não vemos nenhum impacto no transporte doméstico e internacional.

No Japão, o governo anunciou o Segundo Estado de Emergência, que deve durar até meados de fevereiro.

O governo indiano anunciou as diretrizes do Unlock 5.0 com efeito a partir de 1 de outubro de 2020. Várias restrições foram amenizadas com as decisões de bloqueio a serem decididas pelos estados / províncias. Isso não tem impacto no transporte doméstico.


A situação e as medidas de controlo de fronteira na maioria desses países estão a evoluir rapidamente, à medida que a situação do COVID-19 continua a mudar. Estamos a monitorizar de perto a situação e forneceremos mais atualizações nesta página.

As restrições de fronteira dos EUA, Canadá e México afetam apenas viagens "não essenciais" e não se aplicam ao transporte de bens e serviços. Os pedidos de estadia em todo o país estão suspensos em alguns estados e estendidos em outros, porém essas medidas não são direcionadas ao tráfego de camiões comerciais. Verifique com os parceiros individuais sobre o status das suas operações antes do envio, porque quase todas as transportadoras LTL estarão a devolver o frete imediatamente (<1 dia) após uma recusa devido a um consignatário fechado. A carga não pode ser retida no destino devido a grandes volumes de frete não entregue, resultando em custos adicionais.


A capacidade de carga doméstica de camiões dos EUA está a diminuir, mas os governos federal e estadual estão comprometidos em manter a cadeia de abastecimento em movimento. A maioria das transportadoras de pacotes pequenos e LTL suspenderá as assinaturas físicas. Em cumprimento à política de “Distanciamento Social”, os motoristas não obterão assinaturas dos consignatários. Os motoristas registarão a hora exata, anotarão quaisquer exceções e obterão o nome da pessoa que está a aceitar o frete. À medida que as taxas de carregamento de camiões no mercado spot aumentam para áreas altamente afetadas, menos motoristas estão dispostos a levar cargas para essas áreas, forçando as taxas ad hoc a subir. Pedidos urgentes de produtos de retalho aumentam as taxas de equipamentos de carrinhas e reefer. Os retalhistas, incluindo lojas de comércio eletrónico, contam cada vez mais com fornecedores do mercado spot para reabastecer as prateleiras imediatamente, enquanto os camionistas relatam longos tempos de espera nos pontos de recolha e entrega.

Soluções alternativas para os envios

Continuamos comprometidos em servir os nossos valiosos clientes. Além de trabalhar em estreita colaboração com as transportadoras parceiras para fornecer soluções para cargas urgentes, também ativamos modos de transporte alternativos e soluções de rota para atender às suas necessidades de negócios.

Charters

Trabalhando em estreita colaboração com os nossos principais parceiros aéreos, os nossos especialistas em logística aérea mantêm alocações regulares de espaço nas principais rotas asiáticas e translantânticas e estabeleceram rotações de frete semanais adicionais para atender a ambos os mercados para necessidades urgentes de abastecimento. Um cronograma operacional fixo semanal e novos movimentos de frete em rotas comerciais de alta procura ajudarão a evitar atrasos na produção e na cadeia de abastecimento e garantirão a continuação de suas operações causadas por implicações presentes e futuras do surto de „Coronavirus“.

Soluções Time-Critical

O impacto do COVID-19 apresenta desafios específicos para as necessidades de logística críticas nas indústrias de saúde, aviação ou manufatura. Para agilizar as suas entregas, resolver atrasos de transporte e garantir a continuação dos fluxos da cadeia de abastecimentos, Quick / Sterling, uma empresa Kuehne + Nagel, dedica-se a oferecer-lhe as soluções urgentes de que você precisa. Apesar das restrições globais de viagens, bloqueios de países e restrições de capacidade existentes, as nossas equipas de especialistas estão empenhadas em apoiá-lo. Você tem uma cargaurgente? Contate os nossos especialistas em logística urgente.

Produto Sea-Air

O produto Kuehne + Nagel Sea-Air, uma combinação de modos de transporte de logística marítima e frete aéreo, ajuda a reduzir custos, agilizar as suas entregas e facilitar as restrições de capacidade sempre que possível. Operamos vários centros de carga aérea de última geração em todo o mundo para atender a um grande número de destinos pela Sea-Air ou Air-Sea na Ásia, Europa e América.

Oferecemos o KN Pledge para o transporte marítimo completo de contentores. Inclui um prazo de entrega garantido para suas cargas com garantia de devolução do dinheiro.


Os clientes podem rever em tempo real todos os serviços disponíveis, incluindo atualizações regulares de serviço através da nossa plataforma digital, seaexplorer. O Seaexplorer permite que os clientes procurem opções de serviço alternativas apropriadas em caso de interrupção do serviço.


O nosso serviço expresso KN LCL oferece uma alternativa para importações da Ásia ou Europa para os Estados Unidos ou vice-versa com um tempo de trânsito mais rápido do que os serviços LCL regulares: Usando uma rota direta do porto de descarga até o local do cliente, que evita o interior Na localização do CFS, o Serviço Rápido é até 6 dias mais rápido. Para obter mais informações, entre em contato com o escritório local da Kuehne + Nagel.

 

eShipAsia - a nossa mais recente plataforma de logística online permite que remetentes da Intra-Ásia otimizem a carga com base na rota, tempo de trânsito e custo instantaneamente. As suas cotações instantâneas e competitivas fornecem total transparência sobre todas as sobretaxas aplicáveis, enquanto os seus recursos avançados de monitorização e tracking online permitem que os usuários se mantenham informados sobre o status de sua carga a qualquer hora e em qualquer lugar.

Introduzimos o serviço prioritário "Reefer-Go" para cargas farmacêuticas e de serviços de saúde urgentes que precisam ser carregadas nos portos do sul e centro da Europa de acordo com um cronograma definido. Para obter mais informações, entre em contato com o reefer local Kuehne + Nagel ou com a equipa de logística do mar farmacêutico.

Desalfandegamento

Embora a maioria das fronteiras em todos os países afetados esteja aberta para o transporte de mercadorias, todas as cargas precisam de atenção especial quanto à documentação de exportação e importação.


Os nossos serviços de liberação alfandegária estão disponíveis e totalmente operacionais em todas as principais regiões. As autoridades alfandegárias em todas as principais regiões também estão totalmente operacionais, embora alguns portos possam ter atrasos devido à redução do pessoal que pode afetar as inspeções e outros processos de liberação manual.


Consulte os seguintes sites de alfândega específicos de cada país para obter atualizações de status. A situação permanece fluida, dadas as circunstâncias.

Recomendamos que você verifique regularmente as alterações:

Veja aqui para Europa, aqui para UK, aqui para USA, aqui para Canada e aqui para Mexico. 

Entre em contato com seu representante Kuehne + Nagel para obter mais orientações.

AVISO LEGAL - Todas as informações são fornecidas de boa fé apenas para fins de orientação e referência. É de natureza informativa geral, e a Kuehne + Nagel não assume responsabilidade legal pela exatidão das informações fornecidas através deste documento. A Kuehne + Nagel não faz nenhuma representação quanto à precisão ou integridade de qualquer uma das informações aqui contidas e não aceita qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso das informações fornecidas.